TEIXEIRA NO AR

Tudo sobre Teixeira de Freitas e Região!

Polícia Teixeira

Violência: Vitima de execução no bairro Liberdade I, em Teixeira tinha apenas 14 anos de idade

MENOR 2
O menor era morador da cidade de Prado

A violência está tomando conta mesmo da nossa querida Teixeira de Freitas. Mais um final de semana sangrento foi registrado na cidade. Um intenso tiroteio ocorrido na noite deste último sábado (21), por volta das 20h30, no bairro Liberdade I, deixou um morto e dois feridos.

Foi reconhecido no final da tarde deste domingo (22), no Instituto Médico legal de Teixeira de Freitas  o corpo do jovem que foi brutalmente assassinado na noite deste último sábado (21), durante o tiroteio.

Trata-se de Orlean Cordeiro Novais, de 14 anos de idade, que morava na cidade do Prado. O reconhecimento foi feito por um dos tios da vitima, depois que o mesmo obteve informações através dos sites de noticias de Teixeira de Freitas.

“Orlean” foi brutalmente assassinado com 09 disparos de arma de fogo, depois de ser perseguido por elementos armados em uma das ruas do bairro Liberdade I. Segundo informações, a vitima ainda tentou se desvencilhar dos matadores, correndo e adentrando em algumas residências, a ponto de deixar para trás a bermuda que vestia, mas infelizmente foi alcançado pelos matadores que o perseguia e logo em seguida abatido ainda no interior de uma das casas com 9 disparos a queima roupa.

O tio do adolescente informou na policia de Teixeira de Freitas que o seu sobrinho saiu da cidade Prado, informando que iria para uma roça pertencente ao pai, mas acabou vindo para Teixeira de Freitas, onde certamente se envolveu com pessoas ligadas ao crime e acabou perdendo a vida. Os familiares informaram ainda que o adolescente era dependente de drogas, pois já esteve internado em uma clínica para recuperação, mas infelizmente não conseguiu se libertar do vício.

As investigações do crime estão a cargo do delegado Wendel Ferreira, ele que colheu o depoimento do familiar da vitima, e continuará com as diligencias objetivando a elucidação do assassinato e das tentativas.

Por Arnóbio Formosa

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *