TEIXEIRA NO AR

Tudo sobre Teixeira de Freitas e Região!

Polícia Política

Operação Dilúvio: deputado diz que Polícia capixaba desmoralizou a Polícia baiana

Para o deputado, a ação da polícia capixaba foi uma verdadeira invasão ao Estado da Bahia. O parlamentar também disse que a população está desprotegida

GABAN 1

O deputado estadual Carlos Gaban, do DEM, vice-presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, criticou a segurança do Estado da Bahia, que, segundo ele, teria sido desmoralizada com a operação “Dilúvio”, realizada pela polícia capixaba em território baiano.

Para o deputado, a ação da polícia capixaba foi uma verdadeira invasão ao Estado da Bahia. “É lamentável que crimes desta natureza venham acontecendo no Estado da Bahia e nossa polícia não consiga investigar. O crime acontece na cara da Polícia Civil baiana, mas, é necessário que a Polícia Civil do Espírito Santo venha esclarecer”, desabafou.

“Isso mostra a fraqueza da nossa segurança pública, é inadmissível que mais de 70 policiais, mais de 30 viaturas venham invadir o Estado da Bahia para esclarecer um crime que vem ocorrendo aqui, onde está a Polícia Civil baiana?”, seguiu.

GABAN 2

Questionou o deputado: “as cidades de Teixeira de Freitas e Itamaraju, no Extremo Sul do Estado, passaram toda terça-feira, 1º de outubro, assustadas diante da ação da polícia capixaba, algo que não podemos admitir; onde está a polícia baiana para permitir algo como isso?”.

“Se nossos policiais não têm condições de investigar os crimes que acontecem aqui, estamos desprotegidos das forças de segurança. Carros sendo desmanchados no nosso quintal, aí é preciso que venha uma polícia de outro Estado para esclarecer um crime destes”, enfatizou o deputado.

“Essa ação mostra que as forças de segurança da Bahia estão deixando a desejar, que nossa polícia não está sabendo investigar, precisamos de ações rápidas por parte do secretário de Segurança Pública do Estado da Bahia, não podemos admitir que isso volte a acontecer”, concluiu Carlos Gaban.

Por: reportercoragem

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *