TEIXEIRA NO AR

Tudo sobre Teixeira de Freitas e Região!

Polícia Teixeira

Atiradores invadem Distribuidora de Bebidas e executam funcionário a tiros no Colina Verde; família acredita em vingança

Teixeira de Freitas: O crime aconteceu em uma distribuidora de bebidas, na Rua Clarice Lispector, esquina com a Rua Paquetá, no Bairro Colina Verde, por volta das 22h30, desta sexta-feira, 13 maio. A vítima foi identificada como sendo, Raik da Silva Moreira Dias, 30 anos, morador do Bairro Novo Horizonte.

Segundo informações, a vítima é funcionário da distribuidora (motoboy), e tinha acabado de chegar da última entrega, quando foi surpreendido por dois criminosos que chegaram em uma moto de placa não anotada. Um dos criminosos entrou pelos fundos da distribuidora, e executou a vítima, e logo em seguida, fugiram sem deixar pistas.

A Polícia Militar esteve no local e informou o crime à Polícia Civil. A delegada plantonista, Andressa Carvalho, juntamente com os peritos do DPT, Flávio Sampaio e Everton dos Anjos, realizaram os trabalhos de praxe. A delegada e sua equipe fizeram o levantamento cadavérico, enquanto os peritos realizaram os exames perinecrosópicos.

A vítima apresentava várias perfurações na região do abdômen e da cabeça. Os peritos recolheram três projéteis de arma de fogo próximos ao corpo, mas, não precisaram o tipo de calibre, possivelmente de revólver. Após perícia de local, os peritos autorizaram a remoção do corpo, que foi encaminhado ao IML para exames de necropsia.

Segundo familiares, o Raik não tem envolvimento com nada ilícito, era trabalhador, inclusive morreu trabalhando. A família disse ainda que ele não tinha inimizade com ninguém, apenas, se envolveu em uma briga na quinta-feira passada, quando saiu em defesa de dois homossexuais. A família acredita que se há alguma motivação para alguém ter tirado a vida do Raik, foi essas pessoas com quem ele brigou, nada mais.

O homicídio consumado será investigado pelo Setor de Homicídios da Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas. Um inquérito policial foi instaurado para apurar as circunstâncias do crime.

Por: Edvaldo Alves/LN

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *