TEIXEIRA NO AR

Tudo sobre Teixeira de Freitas e Região!

Polícia SLIDE HOME Teixeira

Tiroteio no Tancredo Neves deixa um e outro gravemente ferido; suspeito foi detido

TANDREDO

Teixeira de Freitas: Por volta das 05h30, desta madrugada de sábado, 15 de março, policiais militares foram acionados através da Central para atender a uma ocorrência de homicídio, ocorrida na Rua Professor Reginaldo, no Bairro Tancredo Neves. Chegando ao local, os policiais confirmaram o fato e preservaram o local até a chegada da Polícia Civil. O delegado plantonista, Dr. Manoel Andreetta, e sua equipe fizeram o levantamento cadavérico.

Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica, liderado pelo perito coordenador, Dr. Manuel Garrido, compareceram ao local e efetuaram a perícia de ação violenta (homicídio). Segundo informações da perícia, a vítima foi morta com 06 tiros de arma de fogo, calibre 38,  sendo 02 na perna direita e o restante no  abdômen e costas. Um dos projéteis foi recolhido próximo uma calçada, na frente do local onde foi morto. Na parede havia um buraco de tiro.

TANCREDO 2

Trata-se de Joel Lima de Oliveira, 26 anos de idade, morador da Rua Fronteira, no bairro Luiz Eduardo Magalhães. Segundo informações, Joel ficou até tarde da madrugada bebendo com amigos em um bar no Tancredo Neves e depois foi para outro bar no mesmo bairro. Populares informaram que por volta de 05h30 ouviram tiros, e ao sair de casa, avistaram o corpo de Joel caído no chão. Outra vítima, identificada como Joelson de Oliveira Santos, 29 anos de idade também foi baleado e socorrido ao HMTF.

Segundo informações, o Joelson levou um tiro no peito, passou por cirurgia e seu estado de saúde é considerado grave. A polícia investiga se ele também seria alvo da execução ou foi vítima de bala perdida. Um dos amigos que estavam no bar com o Joel foi conduzido para a delegacia. Ele é apontado com um dos suspeitos do homicídio. Segundo o delegado Andreetta, o jovem estava visivelmente alterado e permanece custodiado. Ele será investigado pelo Serviço de Inteligência da Polícia Civil. Por: Edvaldo Alves

 

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *