cash loans online california
Bahia - Brasil -


Teixeira: Wagner foge da imprensa e deixa até Bosco a ver navios

Após Itamaraju o governador Jaques Wagner visitou Teixeira de Freitas no início da tarde desta sexta-feira(1º/03). Prefeitos, vereadores, lideranças políticas de toda a região, além de profissionais de imprensa se dirigiram ao aeroporto da cidade, aguardando a chegada do chefe do executivo estadual. Mas apesar da espera e sol escaldante, por volta das 12h10, Wagner enganou a todos e o helicóptero que o trazia pousou na verdade numa área reservada do 13º Batalhão da Polícia Militar, local que ninguém teve acesso. A mudança na rota teria sido adotada pelo fato do governador Wagner não querer encarar a imprensa e de possíveis protestos da população frente aos embaraços iniciais da administração de João Bosco, além dos transtornos gerados pela Construtora MRM, contratada para executar as obras de esgotamento sanitário da cidade.

A fuga foi tão evidente que até mesmo o prefeito João Bosco ficou a “ver navios” para encontrar o governador Jaques Wagner. Na entrevista que Jaques Wagner concedeu ao SBN Meio Dia, da TV Sul Bahia/RIT, Bosco sequer conseguiu chegar a tempo. Até as emissoras de rádio, por volta das 13 horas, não informavam com precisão a estada de Wagner em Teixeira de Freitas. Na realidade ele já estava na cidade há pelo menos cinqüenta minutos.

Após a entrevista e já ao lado do prefeito João Bosco, que conseguiu localizar a comitiva do governador, Jaques Wagner visitou o Centro de Diagnose para combate à dengue, no bairro São Lourenço. Logo depois todos seguiram em comitiva ao centro de tratamento elevatório da Embasa, às margens da rodovia BA-290, onde discursaram. Neste mesmo local foi inaugurada a primeira etapa das obras de esgotamento sanitário da cidade, orçada em R$ 11 milhões. A segunda etapa, de acordo Abelardo de Oliveira Filho, presidente da Embasa, demandará investimentos na ordem de 76 milhões, com prazo de conclusão para dezembro deste ano, somando assim R$ 87 milhões no total.


No local, além de alguns prefeitos da região e vereadores da cidade, cerca de 50 espectadores, sendo a metade de Itamaraju. Prestes a completar sete anos frente ao governo estadual, não se tem notícia que Wagner tenha falado para um público tão pequeno durante inauguração de obras. Antes de subir ao palanque Wagner foi abordado por profissionais de impresa da cidade, que com gravadores ligados questionaram-o sobre a postura da Construtotra MRM, de deixar verdadeiras crateras abertas em toda a cidade. Jaques Wagner informou que iria conversar com a diretoria da Embasa, para que esta fiscalizasse mais de perto a execução das obras.

Outro fato negativo notado durante a visita de Wagner a Teixeita de Freitas foi a hostilidade dos seguranças da governadoria com os profissionais de imprensa da região.

Por: Ronildo Brito

Deixe seu comentário
NOTÍCIAS RELACIONADAS

contato@teixeiranoar.com.br
Contato - (073) 8803-3752 /9959-9170
Quem Somos
Fale conosco
Eventos Realizados