cash loans online california
Bahia - Brasil -


Teixeira: Mãe faz apelo à Justiça pra que filha que matou a própria irmã não seja libertada

Teixeira de Freitas: Na manhã da última segunda-feira, 24 de maio, a equipe do Jornal LN esteve em uma entrevista com uma mãe, a Dona Maria Aparecida, conhecida como “Cida”, moradora do Bairro Cidade de Deus, para conversar sobre um crime que chocou todo o Município de Teixeira de Freitas e região.

Em conversa com Dona Cida, que é mãe de Yasmin de Souza, de 18 anos (assassinada), e de Brivia Santos de Souza, de 20 anos (autora), foi relatado que a qualquer momento Brivia pode ter de volta sua liberdade, e voltar a circular nas ruas dos nosso município. Isso mesmo, uma mulher que teve a coragem de assassinar sua própria irmã, portadora de certas deficiências.

No dia 13 de março, do presente ano 2021, Yasmin foi assassinada com uma faca no peito, ação realizada por sua própria irmã, Brivia. A motivação para essa crueldade foi o ciúme que Brivia sentia de sua companheira com a sua irmã Yasmin, e durante uma discussão na casa de Brivia, no Bairro João Mendonça, a assassina esfaqueou sua própria irmã com uma facada.

Um detalhe inédito e monstruoso, que dona Cida revelou à nossa equipe de reportagem, é que Yasmin, quando foi assassinada por Brivia, estava grávida de dois meses, e Brivia não tirou somente a vida de Yasmin, mas também a de um filho que a irmã carregava em seu ventre.

Segundo a mãe, o discurso utilizado pela defesa para tentar retornar Brivia às ruas, é que ela é mãe de duas crianças, e que precisa cuidar de seus filhos. Porém, dona Cida relatou à nossa equipe, que desde que estas mesmas crianças nasceram, Brivia nunca foi uma mãe de verdade, pois uma das crianças mora com o pai, e a outra quem cuidava era a irmã assassinada (Yasmin), e depois que a mesma morreu, a criança foi para o processo de adoção.

“Eu até fiz um vídeo e postei no meu Facebook e falei que se eles soltarem ela com mentira eu vou desmentir. Eu vou para a televisão, eu vou para o rádio, mas eu vou desmentir”, disse dona Cida, revoltada com o discurso absurdo utilizado para dar liberdade à Brivia. E a mãe fez um apelo às autoridades judiciárias para que analisem novamente a situação, pois Brivia não é mais responsável por nenhum de seus filhos.

Por: Luciano campos/LN

 

Deixe seu comentário
NOTÍCIAS RELACIONADAS

contato@teixeiranoar.com.br
Contato - (073) 8803-3752 /9959-9170
Quem Somos
Fale conosco
Eventos Realizados