cash loans online california
Bahia - Brasil -


Teixeira: Criminoso preso pela PM logo após assassinato já havia tentado matar desafeto em Posto da Mata

Acusado de ter cometido homicídio, juntamente com comparsa na noite desta sexta-feira, 28 de fevereiro, que foi preso por policiais militares do 2º Pelotão da 87ª CIPM, logo depois de ter cometido o crime, confessa para nossa reportagem, e para o delegado, Bruno Ferrari, que além deste homicídio, que tirou a vida de Leandro da Conceição Silva, vulgo “Dedeu”, de 23 anos, no Bairro Bela vista em Teixeira de Freitas, ele teria cometido na noite do último dia 26 de fevereiro (quarta-feira), um homicídio tentado no distrito de Posto da Mata.

Trata-se do atentado contra a vida de João Paulo Nascimento Domingas, de 22 anos, que na ação, o criminoso ainda teria atingido de raspão uma criança com um dos disparos de raspão, que estava próximo ao seu alvo. O crime de teria acontecido no Bairro Jardim dos Eucaliptos, na Rua Beija Flor, quando, segundo o criminoso, Yuri de Jesus Rocha de Souza, 19 anos, ele teria ido até o local, para tirar a vida do seu desafeto, João Paulo, com quem ele teria uma rixa desde adolescente, e, que teria ido para acertar as contas, na tentativa de mata-lo.

Porém, na hora da ação criminosa, além do seu alvo (João Paulo), que foi atingido com um disparo na mão direita, e outro na região do tórax (peito), e, que só não teria sido morto por conta de alguns cartuchos terem picotado, o que levou o acusado a sair rapidamente do local. A vítima, João Paulo, e a criança foram socorridas ao hospital local, e o João Paulo foi transferido posteriormente para o HMTF, onde exames apontaram que o projetil do tiro no tórax, teria ficado alojado, porém, não seria possível realizar cirurgia, sendo liberado na manhã de quinta-feira (27), para ficar de repouso em casa.

O delegado Bruno Ferrari realizou, além da oitiva referente ao flagrante do crime de homicídio que ceifou a vida de Leandro, também, deste crime de homicídio tentado, contra a vida de João Paulo, que será encaminhado para o delegado titular de Nova Viçosa, Marco Antônio Neves, que dará continuidade às investigações. O Yuri, em entrevista à nossa equipe, assumiu os dois crimes, justificando que ambos seriam seus desafetos por questão de brigas ocorridas anteriormente aos fatos, e pediu desculpas aos familiares da criança.

Ainda segundo o Yuri, na hora da ação, não teria visto e nem percebido que a criança havia sido atingida, e só ficou sabendo depois. Ele disse que não foi intencional, e novamente pediu desculpas e perdão à criança e aos seus familiares pelas circunstancias de sua ação. Ele foi recolhido para carceragem da 8ª COORPIN, devendo ser transferido para o Conjunto Penal – CPTF, no início da próxima semana, onde ficará à disposição da Justiça.

Por: Cloves Neto/LN

Deixe seu comentário
NOTÍCIAS RELACIONADAS

contato@teixeiranoar.com.br
Contato - (073) 8803-3752 /9959-9170
Quem Somos
Fale conosco
Eventos Realizados