cash loans online california
Bahia - Brasil -


Recursos do PAC 2 estariam sendo desviados para caixa 2 do PT, apontam denúncias

PAC2

Mal começou o ano eleitoral de 2014, quando serão escolhidos presidente, senadores, deputados federais e estaduais, e já há indícios de desvio de dinheiro público para reforçar o caixa de campanha do PT. As suspeitas recaem sobre os repasses do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento), especialmente para a Bahia, que estariam sendo usados como caixa 2 do partido. Recentemente, o governador baiano, Jaques Wagner, foi escolhido para coordenar a campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff.

Em outubro passado, o governo federal liberou R$ 13,5 bilhões do PAC 2 a 1,2 mil municípios de todo o país para obras de pavimentação e saneamento básico. A maior parte da verba – R$ 10,5 bilhões – é destinada a saneamento básico. Do total de R$ 13,4 bilhões, a Bahia recebeu R$ 890 milhões para obras de saneamento básico em 13 municípios e de pavimentação em 63 municípios. Os 13 municípios beneficiados com recursos na área de saneamento básico são Teixeira de Freitas (PT), Eunápolis (PRTB), Dias d’Ávila (PT), Ilhéus (PP), Irecê (PTN), Itaberaba (PP), Jacobina (PMDB), Luís Eduardo Magalhães (PP), Paulo Afonso (PDT), Salvador (DEM), Senhor do Bonfim (PTN), Valença (PTN) e Vitória da Conquista (PT). Desses, com exceção de Salvador, todos são governados pelo PT ou por partidos aliados ao governo federal.

Maiores repasses

Os maiores repasses na Bahia, entre esses 13 municípios, foram destinados a prefeituras comandadas pelo PT. Somente duas delas – Teixeira de Freitas e Dias d’Ávila – receberam 40% do total de repasses, ou R$ 342 milhões.  Teixeira de Freitas, que tem como prefeito o petista João Bosco, foi o município baiano que mais teve projetos aprovados no PAC 2. Dos R$ 890 milhões, abocanhou R$ 222 milhões. Posteriormente, o município conquistou outros benefícios federais, fechando o ano com mais de R$ 300 milhões em repasses do governo federal.

Outra prefeitura petista recebeu o segundo maior repasse entre as cidades da Bahia. Dias d’Ávila receberá R$ 120 milhões para investir em pavimentação e saneamento básico. Já Vitória da Conquista foi contemplada com R$ 25,3 milhões.

Maiores receberam menos

A disparidade dos valores repassados a prefeituras do PT e aliados fica evidente se comparada com o tamanho da população desses municípios. Proporcionalmente, cidades menores receberam mais recursos que Salvador, com população de 2,7 milhões de habitantes. Teixeira de Freitas, que tem 5% da população de Salvador, recebeu 25% do total destinado à Bahia, enquanto Dias d’Ávila e Itaberaba, com pouco mais de 2% da população da capital, respectivamente, abocanharam, cada uma, 14% do total repassado.

Projetos inconsistentes

Outro indício de que a verba do PAC se destina a caixa 2 do PT é a denúncia de que alguns projetos apresentados para a aprovação dos recursos foram feitos em poucos dias e são inconsistentes, o que inviabilizaria a execução da obras caso elas saíssem do papel. Se forem confirmadas as suspeitas de caixa 2, o escândalo pode prejudicar a campanha do candidato do PT ao governo da Bahia, Rui Costa.

Por: O PovoNews

Deixe seu comentário
NOTÍCIAS RELACIONADAS

contato@teixeiranoar.com.br
Contato - (073) 8803-3752 /9959-9170
Quem Somos
Fale conosco
Eventos Realizados