TEIXEIRA NO AR

Tudo sobre Teixeira de Freitas e Região!

Polícia Política Sem categoria SLIDE HOME Teixeira

Prefeito Bosco (PT) não vai a reunião e “Sem Teto” faz protesto em frente a Prefeitura

PREFEITO 1

Um grupo de Sem Teto foi às ruas nesta segunda-feira, 31 de agosto, reivindicar a liberação de lotes de duas áreas invadidas no Cidade de Deus em março deste ano.

O ato que percorreu as principais ruas de Teixeira de Freitas terminou com palavras de ordem em frente ao prédio da prefeitura. De acordo com o líder do movimento, Rolemberg Araújo, a população queria uma resposta do chefe do executivo, João Bosco, com relação a liberação dos lotes.

Ainda segundo o movimento, o prefeito teria faltado a uma reunião marcada para o último domingo, 29, o que fez com que o grupo marchasse até a prefeitura para ser ouvido por ele.

prefeito 2

Mas, segundo o setor de Comunicação da prefeitura, houve um desencontro de informação, pois Bosco teria tentado entrar em contato com o líder do grupo para dialogar, mas não conseguiu e precisava se organizar para viajar a Salvador, de onde segue para Brasília.

Depois do ato na porta de prefeitura, Rolemberg se reuniu com o chefe de gabinete, Marcílio Goulart, o secretário de Segurança com Cidadania, Bartolomeu Calheiros e o secretário de Habitação, Marco Antônio Veronesi, onde ficou decidida uma nova reunião para a manhã do dia 8, desta vez, com a presença do prefeito.

PREFEITO 1

Ainda segundo o setor de Comunicação, a prefeitura está aberta ao diálogo e estuda um projeto para alocar o maior número de moradias possíveis nas áreas invadidas, dentro das determinações legais, o que demanda tempo. A Secretaria de Habitação também já teria cadastrado as famílias para uma análise do perfil social com objetivo de evitar especulações.

Na época da invasão do Cidade de Deus, o secretário de habitação do município, Marco Antônio Veronesi, declarou que o déficit habitacional de Teixeira de Freitas gira em torno de 8 mil moradias e que até outubro deste ano o executivo pretende entregar 2.200 casas, que estão em fase de construção. 600 casas foram entregues em maio e mais 220 e julho, outras 5 mil moradias deverão ser construídas com a implantação do PAC. Por Uinderlei Guimarães/SN

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *