cash loans online california
Bahia - Brasil -


Porto Seguro: Pra não pagar dívida, ex-secretário manda executar credor

Ex-secretário, que também é policial da reserva, foi preso juntamente com dois guardas municipais

O ex-secretário municipal de Trânsito e Serviços Públicos da prefeitura de Porto Seguro, Fábio Costa Silva, 51 anos, e os guardas civis Diógenes Silva de Jesus e Jeremias Barbosa Leal, de 33, foram presos na manhã desta quarta-feira (03/03). De acordo com investigações da Polícia Civil, eles são suspeitos de tentar matar o vendedor autônomo Ricardo de Sena Leite, 30 anos, há cerca de um mês, no centro da cidade.

Os mandados de busca e apreensão e de prisão provisória foram decretados pela juíza Michele Quadros, substituta da 1ª Vara Crime da Comarca local.

Conforme as informações, Fábio Costa – que também é sargento da reserva da Polícia Militar -, contratou os guardas para executar o vendedor, pois se recusava a pagar uma dívida de R$ 28 mil. Há cerca de um ano, Fábio teria comprado diversos computadores e celulares com Ricardo e vinha sendo cobrado insistentemente.

A Polícia Civil informou que, no curso das investigações, colheu imagens que mostram os guardas saindo do prédio do órgão, pouco antes do atentado, na mesma motocicleta utilizada na ação criminosa. Durante a operação desta quarta-feira, a polícia apreendeu uma moto Bros vermelha, três pistolas e as roupas que teriam sido usadas pelos guardas no dia do crime. As armas serão submetidas à exames de perícia.

Até dezembro do ano passado, os dois guardas eram subordinados hierarquicamente ao então secretário de Trânsito e Serviços Públicos.

O CRIME – Imagens de câmeras de segurança mostram que Ricardo de Sena foi baleado no momento em que descia de um carro na Rua Antônio Osório. Ele já estava sendo seguido por uma dupla de motoqueiros. Mesmo ferido, o vendedor correu para dentro de uma loja de venda de carros, mas o carona saltou da garupa da moto e continuou atirando. Logo depois que recebeu alta do hospital, Ricardo deixou a cidade com a família, pois temia sofrer outro ataque.

Por: radar64

 

 

Deixe seu comentário
NOTÍCIAS RELACIONADAS

contato@teixeiranoar.com.br
Contato - (073) 8803-3752 /9959-9170
Quem Somos
Fale conosco
Eventos Realizados