cash loans online california
Bahia - Brasil -


Polícia Civil esclarece dois crimes de morte em Teixeira de Freitas

Por Athylla Borborema

DELEGADO

Policiais civis da equipe do delegado-chefe Marcus Vinicius, coordenador da 8ª Coordenadoria Regional da Polícia Civil de Teixeira de Freitas, esclareceram dois crimes de morte no final da tarde desta quarta-feira (15/05), após a realização da prisão dos autores. Munidos de mandados de prisão decretados pela justiça criminal da comarca, os mandados foram cumpridos e os fatos conclusos.

 Conforme o delegado Marco Antônio Neves, titular da Polícia Civil de Teixeira de Freitas, o primeiro crime esclarecido foi o do assassinato da jovem Maria Aparecida Ferreira da Silva, 27 anos, que morava no bairro Luiz Eduardo Magalhães e foi morta com três facadas na baixada do limite dos bairros Redenção e Tancredo Neves, na noite de sexta-feira do último dia 3 de maio.

Segundo o delegado Marco Antônio Neves, a autora do crime é Soraia Borges da Silva, 19 anos, que confessa o assassinato e alega que tenha matado Maria Aparecida para se vingar de uma agressão que ela havia feito contra seu filho de 2 anos de idade. Com ela foi presa também, a pessoa do travesti Cristiano Santos da Silva, a “Cris”, 25 anos, que teria segurado a vítima para que Soraia a matasse.

 O segundo crime esclarecido, conforme o delegado Marco Antônio Neves, trata-se do assassinato de Cecília Oliveira Evangelista, 24 anos, morta asfixiada por meio de esganadura, cujo corpo foi localizado na manhã de quarta-feira do dia 2 de maio de 2012, no interior de uma casa em fase de acabamento no bairro Tancredo Neves. Na época o corpo da mulher foi localizado despido, ao lado de uma banca de sinuca, com um pedaço de cano de PVC, dos utilizados para encanar água, introduzido em seu ânus.

Em relação aos métodos cruéis a perícia constatou que o pedaço de cano foi inicialmente introduzido no ânus e depois na vagina, tanto que no órgão sexual foi constatada a existência de fezes. A ação do matador teria acontecido com a mulher ainda viva e em pé. Sobre a terceira introdução do cano, desta vez no ânus, o perito afirmou na ocasião que “essa última atitude perversa teria ocorrido após a morte da mulher”. Para o delegado Marco Antônio Neves, o autor do crime é o próprio companheiro da vítima que estava foragido desde à época do crime e agora foi finalmente localizado e preso preventivamente e trata-se da pessoa de José Marcio Silva Nascimento, 31 anos.
Deixe seu comentário
NOTÍCIAS RELACIONADAS

contato@teixeiranoar.com.br
Contato - (073) 8803-3752 /9959-9170
Quem Somos
Fale conosco
Eventos Realizados