cash loans online california
Bahia - Brasil -


Na policia, assassino ironiza ao falar da marte de desafeto no Redenção, em Teixeira

POLICIA2am apresentados a imprensa na tarde desta quarta-feira (30), na sede da 8ª Coordenadoria de policia civil, os dois jovens envolvidos no assassinato de um adolescente em Teixeira de Freitas.

Rafael Alves de Souza, o “Rafinha”, de 21 anos de idade, morador da Rua Josias Garcia Leal, no bairro Redenção e Walace de Jesus Ferreira, de 18 anos de idade, morador da Rua Virgílio da Conceição, ambos em Teixeira de Freitas, confessaram ter matado com um único tiro na cabeça na tarde do último dia (28), por volta das 19h, o desafeto Jhonata Rodrigues, mais conhecido como “Jhô”, de 17 anos de idade, que morava na Rua José Fernandes Júnior, no  mesmo bairro, em Teixeira de Freitas.

“Jhô” ainda foi socorrido com vida ao hospital municipal, mas antes mesmo de receber atendimento médico veio a óbito. Segundo a policia civil, os assassinos foram identificados logo após o crime, mas as prisões de ambos só foram realizadas nesta última terça-feira (29), depois que os mesmos foram surpreendidos no interior de suas próprias residências. “Rafinha” confessou na policia civil que foi ele que disparou a arma de fogo calibre 38 que matou com um tiro na nuca o adolescente Jhonata Rodrigues. Segundo o assassino, a motivação do crime teria sido um acerto de contas entre ele e a vítima, em razão de débito supostamente com compra e venda de drogas.

POLICIA

“Já a participação de “Walace’, esse alega que apenas acompanhou a ação criminosa do colega “Rafinha”. “Walace” estava no momento em que eu fiz o serviço, mas ele não teve participação alguma. (declarou o matador Rafael Alves de Souza, o “Rafinha”. Ambos foram autuados em flagrante por crime de homicídio qualificado, sendo “Rafael” pela autoria e “Walace’ pela côa-autoria do assassinato.

Os jovens estão presos na carceragem da 8ª Coordenadoria da policia civil de Teixeira de Freitas, de onde serão recambiados para o Conjunto Penal, onde ficarão a disposição do tribunal do júri da comarca de Teixeira de Freitas. Os acusados poderão pegar uma pena de 12 a 30 anos de prisão.

Por: Arnóbio Formosa

Deixe seu comentário
NOTÍCIAS RELACIONADAS

contato@teixeiranoar.com.br
Contato - (073) 8803-3752 /9959-9170
Quem Somos
Fale conosco
Eventos Realizados