TEIXEIRA NO AR

Tudo sobre Teixeira de Freitas e Região!

independentes Política

O PODER LEGISLATIVO SUBMISSO APROFUNDA AS INJUSTIÇAS SOCIAIS

CARAMRA DE TEIXEIRA

Legislar significa ordenar ou preceituar por lei, fazer leis. Além dessa função, compete também ao poder legislativo fiscalizar o Poder Executivo e julgá-lo se necessário, além de julgar também os seus próprios membros.

O Poder Legislativo deve ser composto pelos legisladores, ou seja, os homens que elaboram as leis que regulam o Estado e que devem ser obedecidas pelos cidadãos e pelas organizações públicas ou empresas.

Em países presidencialistas ou em monarquias, o Poder Legislativo é composto pelo congresso, o parlamento e as assembleias ou câmaras, já em regimes ditatoriais, o próprio ditador exerce esse poder ou nomeia uma câmara legislativa para isso.

No Brasil, o Poder Legislativo é composto pelo Senado Federal, com representantes dos Estados e do Distrito Federal; pela Câmara dos Deputados, com representantes do povo e pelo Tribunal de Contas da União, órgão que presta auxílio ao Congresso Nacional nas atividades de controle e fiscalização externa.

Aqui em Teixeira de Freitas como na maioria das cidades da região a Câmara de Vereadores é omissa em relação as funções de fiscalizar o poder executivo, que é a principal função, isso porque recebem benesses do poder executivo, como aluguel de carros, emprego de amigos e parentes, facilitando o nepotismo e a corrupção.

Em conversa com alguns vereadores, eles afirmaram que a tolerância com o poder executivo chegou a zero. De agora em diante irão agir com rigor no que diz respeito a fiscalização do poder executivo, essa tolerância coincide com a do povo, que também está indignado com os desmandos. Aqueles vereadores que continuarem agindo com tolerância sem tomar uma atitude enérgica, certamente cairá no mesmo descredito do prefeito, que já está com a imagem comprometida, e dificilmente serão reeleitos.

Essa semana no programa de maior audiência da Rede Sul Bahia, o radialista Lucas Bocão, corajosamente cobrou da Câmara uma atitude enérgica. Certamente com isso a imprensa livre e independente irá continuar fazendo a mesma cobrança, inclusive, pedindo ao povo para acompanhar o trabalho dos vereadores, para saber quem está defendendo os interesses do povo, ou os interesses pessoais. Somente assim, quando chegar na hora de votar, o povo saberá quem de fato merece seu voto. Portanto os vereadores que se cuidem! Entretanto não adianta ficar jogando para a plateia, com discursos inflamados e comportamento duvidoso.

Por: Dilvan Coelho

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *