TEIXEIRA NO AR

Tudo sobre Teixeira de Freitas e Região!

Polícia Teixeira

Membro de quadrilha presa confessa participação em dois assassinatos e uma tentativa em Teixeira

MECANICO M 1
Mecânico de moto assassinado dentro da oficina no Bairro São Lourenço

Policiais civis da DTE, liderados pelo delegado do SILC, Dr. Wendel Ferreira, elucidaram dois homicídios consumado e um tentado. O delegado Wendel informou que estava investigando alguns crimes e que, com a prisão de um menor de 17 anos de idade, ocorrida no trevo de Alcobaça, no último dia 05 de agosto, após assalto a um frigorífico em Caravelas. O menor foi preso por policiais militares, com mais 05 indivíduos, enquanto fugiam em um veículo Astra, de cor prata em direção à Teixeira de Freitas.

Como o menor já estava sendo investigado pelo delegado Wendel, ele foi recambiado para a sede da 8ª COORPIN. O menor é integrante de uma quadrilha responsável por diversos assaltos em Teixeira e região. Em depoimento ao delegado, o menor acabou confessando a participação em dois homicídios e uma tentativa, dando detalhes dos crimes. O menor disse que teria participado do assassinato de Tarcísio Laureano dos Santos, de 19 anos, morto em 26 de fevereiro, na Rua Monte Carmelo, no Bairro Luiz Eduardo.

lLUIZ E 2
Jovem perseguido e morto a tiros no bairro Luiz Eduardo Magalhães

Ainda segundo o menor, ele pilotou a moto e o Ramon Pereira Araújo, que está preso desde junho deste ano por assalto – atirou contra o Tarcísio. O menor assumiu ter participado também, do homicídio de João Vitor Silva Prates, 20 anos de idade, morto brutalmente em 04 de junho deste ano, no interior de uma oficina no Bairro São Lourenço, enquanto consertava uma moto. João Vitor levou 06 tiros e teve o pescoço quase decapitado por um facão. Segundo o menor, 03 disparos foram efetuados por ele.

Além desses dois homicídios, o menor e o Ramon participaram ainda do homicídio tentado contra Maicon Santos Soares, ocorrida em 29 de março deste ano, no Bairro Santa Rita. Ainda segundo o menor, todas as ações foram lideradas pelo Ramon, que alegava ter desavenças com as vítimas. O delegado Wendel acredita que as motivações tenham sido por conflitos na partilha de matérias provenientes de assaltos e dívida de drogas.

RAMON-3
“Ramon”, o elemento que perpetrava as execuções na companhia do menor

Ainda segundo o menor, ele pilotou a moto e o Ramon Pereira Araújo, que está preso desde junho deste ano por assalto – atirou contra o Tarcísio. O menor assumiu ter participado também, do homicídio de João Vitor Silva Prates, 20 anos de idade, morto brutalmente em 04 de junho deste ano, no interior de uma oficina no Bairro São Lourenço, enquanto consertava uma moto. João Vitor levou 06 tiros e teve o pescoço quase decapitado por um facão. Segundo o menor, 03 disparos foram efetuados por ele.

Além desses dois homicídios, o menor e o Ramon participaram ainda do homicídio tentado contra Maicon Santos Soares, ocorrida em 29 de março deste ano, no Bairro Santa Rita. Ainda segundo o menor, todas as ações foram lideradas pelo Ramon, que alegava ter desavenças com as vítimas. O delegado Wendel acredita que as motivações tenham sido por conflitos na partilha de matérias provenientes de assaltos e dívida de drogas.

por:  Arnóbio Formosa e Edvaldo Alves

 

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *