TEIXEIRA NO AR

Tudo sobre Teixeira de Freitas e Região!

Polícia Regionais SLIDE HOME

Jovem que sonhava ser jornalista é a segunda vítima fatal de acidente na BR-101

JOVEM 1

O grave acidente automobilístico aconteceu na noite de domingo do último dia 7 de junho, no km-906 da rodovia BR-101, em território de Ibirapuã, quando Antônio Marcos Santos, o “Tonhão”, um conhecido motorista da Prefeitura de Itamaraju, que conduzia um Fiat Palio, de cor branca e placa JLL-6634, perdeu o controle da direção e passou reto numa curva, batendo na mureta de proteção da pista e caiu numa ribanceira. No veículo, além do motorista “Tonhão” que não se feriu com gravidade, viajavam a esposa dele, Maura Vieira Dailhy Santos, além de duas parentes da mulher, identificadas como Maria Luiza Dailhy Santos e Mirtes Vieira Dailhy.

Todos foram socorridos pelo SAMU ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas e na manhã da segunda-feira, dia 8 de junho, a equipe médica da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do HMTF, confirmou que Maura Vieira Dailhy Santos, de 63 anos, esposa do motorista “Tonhão”, que saiu do local do acidente com vida, acabou não resistindo e veio a óbito assim que deu entrada no pronto socorro.

E na tarde desta sexta-feira (12), cinco dias após o acidente, a jovem Maria Luíza Dailhy Santos, de 17 anos, acabou sofrendo uma parada cardio-respiratória e também morreu na UTI do Hospital Municipal de Teixeira de Freitas. Maria Luíza viajava no banco de trás do Palio em companhia da mãe Mirtes Vieira Dailhy, essa que recupera-se bem do acidente, assim como o motorista “Tonhão”.

Na apuração inicial da Polícia Civil consta que a família itamarajuense estava vindo de Vitória-ES., numa viagem de retorno para Itamaraju, quando numa curva o condutor fora surpreendido com outro veículo de farol alto em sua mão contrária de direção. “Tonhão” teria optado pelo acostamento, momento que o Fiat Palio chocou-se na mureta de proteção da pista, capotou e desceu uma ribanceira.

Antes de parar na parte final do despenhadeiro o carro ainda bateu numa árvore. No Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas (DPT), onde compareceram para proceder com a liberação do corpo, os familiares de Maria Luíza disseram que a jovem tinha sido selecionada nesse ano para a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) e sonhava ser jornalista. O enterro do corpo vai acontecer neste sábado, dia 13 de junho, no Cemitério São Cosme e São Damião, na própria cidade de Itamaraju. (Por Ronildo Brito)

 

 

 

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *