cash loans online california
Bahia - Brasil -


‘Existe sim possibilidade de greve’, diz presidente dos Oficiais da PM

OFICIAL

O presidente da Força Invicta, tenente-coronel Edmilson Tavares, disse, em entrevista no programa Acorda pra Vida, da Rede Tudo FM 102,5, que existe a possibilidade de ser deflagrada greve da Polícia Militar nesta terça-feira (15). Os Oficiais se juntam aos praças, em assembleia na Paralela. “Estamos aqui abertos ao diálogo. Estamos dispostos a negociar. O governo tem de nos ouvir e finalizar com coisas palpáveis. São três anos tentando melhorar essa realidade e nós não conseguimos. Ficaram muitos pontos obscuros no plano que foi apresentado pelo governo. Ficou claro o defecho do Corpo de Bombeiros, mas os demais pontos estão obscuros”, disse Tavares durante a entrevista. “O que foi apresentado pela equipe do governo é um retrocesso (…) O Clima está favorável à greve, mas esperamos conversar com o governo. Nós estamos tentando encontrar com o secretário da Segurança, agora pela manhã”, explicou. Tavares, ainda repondeu sobre a ponderação da sociedade ficar sem segurança. ” Nós adiamos a assembleia, que aconteceria em março, pensado justamente na sociedade. Mas o governo, no dia 10, apresentou uma proposta que não é palpável. Efetivamente, (para acontecer ou não uma greve) só depende do governo”, arrematou.  De acordo com o presidente dos Oficiais, as propostas do Plano de Modernização apresentadas pelo governador Jaques Wagner (PT) não condizem com as propostas elaboradas pelas entidades ao longo dos nove meses pelo Grupo de Trabalho e entregues em 5 de dezembro último. Ainda segundo o presidente, após uma análise detalhada de cada  proposta, foi possível concluir que as mesmas acarretam um retrocesso histórico na instituição PMBA e que ainda apresentam resquícios da ditadura, suprimindo direitos já segurados por lutas anteriores e até mesmo de forma equivocada enquadrando como crimes militares o exercício de alguns princípios constitucionais garantidos aos cidadão, mas negados aos policiais militares, como a liberdade de expressão, de reunião e outros conforme os incisos abaixo do Novo Código de Ética. Os Oficiais finalizaram a assembleia decretando apoio aos praças uma vez que todos as propostas foram construídas de forma conjunta. O Comandante geral da Polícia Militar, Cel. Alfredo Castro participou soltando serenidade à tropa. O secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, disse que começa a discutir a contraproposta da PM, nesta quarta-feira. 

Deixe seu comentário
NOTÍCIAS RELACIONADAS

contato@teixeiranoar.com.br
Contato - (073) 8803-3752 /9959-9170
Quem Somos
Fale conosco
Eventos Realizados