TEIXEIRA NO AR

Tudo sobre Teixeira de Freitas e Região!

Polícia Teixeira

Degradação social: CIPE apreende menores de 10, 13, e 15 anos, traficando drogas em Teixeira de Freitas

DSCN0299Os quatro garotos apreendidos pelos policiais da (CIPE) nas imediações do bairro Wlisses Guimarães, portando 4 pedras de crack.

A falta de investimentos do poder público municipal e estadual em políticas públicas voltadas para as áreas sociais tem causado sérios problemas para a área da segurança pública do estado da Bahia. É assustador o número de crianças, adolescentes e jovens envolvidos no mundo da criminalidade e o tráfico de drogas tem sido o carro chefe para esse aumento desse índice em todas as cidades do estado.

Em Teixeira de Freitas a realidade não é diferente das demais cidades. Nos últimos anos vários menores foram mortos por desafetos ou pela policia, e outros foram aprendidos, em razão de envolvimentos com crimes, principalmente o tráfico de drogas.

DSCN0301

Na delegacia de Tóxicos e Entorpecentes de Teixeira de Freitas, o número de ocorrências envolvendo menores nesse tipo de crime tem aumentado e muito nos últimos anos. São crianças, adolescentes e jovens que poderiam estar nas salas de aula, em cursos profissionalizantes, ou praticando quaisquer modalidades de esportes, mas infelizmente a realidade desses meninos é outra. As estatísticas mostram que eles  estão sendo inseridos no mercado do trabalho criminoso, todos os dias, centenas e são recrutados pelos traficantes para chefiar as bocas de fumo e ganhar muito dinheiro no comércio de drogas.

Infelizmente, essas são as mesmas portas que se abrem para os  jovens e adolescentes da nossa Teixeira de Freitas. Eles poderiam estar recebendo uma educação pública de qualidade, uma boa formação profissional, cursos profissionalizantes, pois são eles o futuro de Teixeira de Freitas, da Bahia e do Brasil. Mas os nossos governantes tem feito vistas grossas para essas mazelas que assolam a nossa região, eles não se preocupam com as questões sociais que vem degradando Teixeira de Freitas e a região do extremo sul, tanto os prefeitos e vereadores, quanto o governador e os deputados estadual e federal.

As apreensões de menores infratores com envolvimento no tráfico de drogas, bem como o derramamento de sangue tem ocorrido quase que todos os dias nas cidades da região,  mas agente não ver o poder público fazer absolutamente nada em favor desses miseráveis. O final do ano de 2013 foi marcado por assassinatos brutais de jovens e adolescentes nas cidades do baixo sul. Dentre eles, um triplo homicídio ocorrido no bairro Liberdade II, em Teixeira de Freitas, quando três garotos, um deles de apenas 10, anos, foram executados em plena Praça pública do bairro. Os criminosos fugiram logo após a barbárie e até hoje os mesmos não foram Identificados e presos pela policia.

BOCA DE FUMOO menor de 13 anos, apreendido pela guarnição da (CIPE) no bairro São Lourenço, comandando uma boca de fumo

Já neste mês de janeiro do ano de 2014,  o retrato dessa degradação social está se repetindo em Teixeira de Freitas. Na tarde desta última quarta-feira (15), policiais militares da Companhia Independente de Policiamento Especializada – (CIPE), em ronda de rotina no bairro São Lourenço, flagraram um garoto de apenas 13 anos, no interior de uma casa comandando uma “boca de fumo”. Na manhã desta quinta-feira (16), no bairro Wlisses Guimarães, uma guarnição da mesma corporação militar se deparou com mais quatro garotos, os quais de 10, 13, 14 e 15 anos de idade, em atitude suspeita, momento em que houve uma revista, vindo os mesmos a serem flagrados em posse de 4 pedras do entorpecente crack.

Na delegacia, os garotos confessaram a propriedade da droga, mas alegaram que a mesma era para uso e não para o comércio. Eles  foram apresentados na delegacia da tóxicos e entorpecentes, para que o mesmo adotasse as providencias com base no “Estatuto da Criança e do Adolescente”. Já as medidas sócio-Educativas que eles sofrerão ficarão a cargo da Promotora da Vara da Infância e Juventude da comarca local.

Por: Arnóbio Formosa

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *