cash loans online california
Bahia - Brasil -


Campanha do candidato Lucas Bocão é obstruída com prisão do repórter Thyago Ramos em Posto da Mata

O vice-prefeito de Teixeira de Freitas, o tradicional radialista Ubiratan Lucas Rocha Matos, o “Lucas Bicão” (PPL) e candidato a deputado estadual nas eleições deste ano, promovia uma caminhada com sua equipe no final da manhã desta sexta-feira (28/09) pela Avenida João Durval Carneiro, região central do distrito de Posto da Mata, no município de Nova Viçosa, quando teve seu movimento interrompido pela força do Estado, policiais militares da 89ª CIPM e com apoio de militares da CAEMA prenderam um dos seus integrantes, o repórter das emissoras de rádio da Rede Sul Bahia de Comunicação, radialista Thyago Ramos que foi algemado e posto em um camburão de uma Viatura Caminhonete e levado para a Delegacia Local. A ordem de prisão foi dada pelo chefe do Cartório da 35ª Zona Eleitoral da Comarca de Mucuri/Nova Viçosa, Glauco Frutuoso Cerqueira.

A informação é que o chefe do cartório Glauco Cerqueira ministrava um curso para mesários que vão trabalhar no pleito do dia 7 de outubro, nas dependências da Escola Municipal Laura Bandeira, quando percebeu a aproximação da equipe de Lucas Bocão e ao passar pela frente da Escola, o oficial de cartório determinou que o som tivesse o volume regulado. Daí em diante teria ocorrido um desentendimento e alegando um desacato em desfavor de uma autoridade legitima em diligência do pleito eleitoral, o servidor determinou o desligamento do som e deu voz de prisão ao repórter Thyago Ramos. A Polícia Militar foi chamada e conduziu o repórter.

Na campanha política de 2014, o candidato Lucas Bocão, que na época também disputou uma vaga na Assembleia Legislativa, teria tido um outro problema com o mesmo chefe do cartório, na cidade de Mucuri. E agora o problema se repetiu no distrito de Posto da Mata. A prisão do repórter foi transmitida ao vivo pelo Facebook e o candidato Lucas Bocão disse que é a 4ª vez que é hostilizado na mesma zona eleitoral e acusou a empresa Suzano Papel e Celulose e o deputado estadual Carlos Robson, o “Robinho” (PP), de dominarem o aparato do Estado na região e de terem determinado mais esta ação de obstrução da sua campanha na área que consideram deles, tendo em vista que o candidato, quando na função de radialista é o principal opositor da empresa e do político no seu programa de rádio. (Por Athylla Borborema)

Deixe seu comentário
NOTÍCIAS RELACIONADAS

contato@teixeiranoar.com.br
Contato - (073) 8803-3752 /9959-9170
Quem Somos
Fale conosco
Eventos Realizados