TEIXEIRA NO AR

Tudo sobre Teixeira de Freitas e Região!

Polícia Teixeira

Bando armado invade casa no bairro Ulisses Guimarães e tenta matar adolescente de 15 anos

Teixeira de Freitas: Pelos menos 04 homens armados entraram em uma residência no Bairro Ulisses Guimarães, na noite desta quinta-feira, 07 de março, por volta das 21h00 e tentou matar um adolescente de 15 anos. O jovem percebeu a movimentação dos criminosos e pulou o muro dos fundos da casa e correu até um pasto próximo. Ainda segundo o menor, alguns comparsas dos que tinham invadido a sua casa, o encontrou no pasto e lhe bateu, cortando-o com facão nas costas, no braço e na cabeça. A mãe do adolescente chamou a polícia, que de imediato chegou uma guarnição e socorreu o garoto para o hospital, que foi medicado e apresentado à delegacia.

Na delegacia, o adolescente contou ao delegado, Dr. Charlton Fraga o que tinha acontecido e falou quem teria entrado na sua casa armado e depois lhe cortado de facão. O investigador da polícia, Jairo Nogueira, com o apoio de uma guarnição da 1ª Cia da Polícia Militar foram no local e descobriram onde o bando estava escondido, só que no local a polícia só conseguiu prender um jovem identificado como Jerfeson Costa Borges, 19 anos, vulgo “Jerri”. Após investigações, os policais descobriram que Jerri é morador de Alcobaca e é acusado de matar duas pessoas naquela cidade, sendo que uma delas foi o  carcereiro da DEPOL de Alcobaça, Geraldo Conceição de Oliveira, 48 anos de idade, que foi morto a tiros, enquanto bebia em um bar próximo à sua casa, no último dia 28 de novembro de 2012. E o outro foi próximo a Caixa D’água com vários golpes de faca e a polícia está levantando os dados da vítima e a motivação dos crimes.

Na delegacia,  o Jerri disse que não matou ninguém e nem tentou matar o adolescente e que só estava passando uns dias na casa de um amigo no bairro Ulisses Guimarães, mas disse não saber o nome do amigo. Na casa, os policiais encontram apenas um facão. O menor ainda contou para nossa reportagem que ele vendia drogas para essas pessoas que tentou matá-lo, mas resolveu parar de vender drogas e seguir uma vida coreta. Porém, os bandidos não acreditou e foi atrás dele para matá-lo, achando que ele estava vendendo drogas para outras pessoas. “Eu estou correndo risco de morte e não posso mais morar no bairro, pois asinaria a minha sentença de morte”, disse o menor.

O caso está sendo investigado pelo Serviço de Inteligência da Polícia Civil, sob o comando do delegado Marco Antônio.

Por: Edvaldo Alves/Liberdadenews

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *