cash loans online california
Bahia - Brasil -


Advogado Gean Prates liberta “Alessandro” da prisão sem o pagamento de R$ 33.000 mil de fiança

DSCN0727

Preso na carceragem da 8ª coordenadoria da policia civil de Teixeira de Freitas desde o dia 23 do último mês de abril, acusado de receptação de gado roubado, será posto em liberdade na manhã desta terça-feira (06), o agricultor teixeirense acusado de receptação, Alessandro Santos Teixeira, de 45 anos de idade, morador da Rua Augusto Rabete, no bairro Estância Biquini, em Teixeira de Freitas.

“Alessandro” foi preso em flagrante pela equipe do delegado Marco Antonio Neves, em razão do mesmo de ter sido flagrado em posse de várias cabeças de gado de origem duvidosa. Segundo informações da policia civil, “Alessandro” alegou ter adquirido o gado em mãos de um morador de Teixeira de Freitas, um elemento identificado como Ismaildo Silva Matos, mais conhecido como “Marcão Cigano”, ele que se encontra foragido da justiça e já teve a sua prisão preventiva solicitada ao juízo criminal da comarca de Teixeira de Freitas.

DSCN0608“Alessandro” nega que tenha envolvimento com o esquema  orquestrado pelo homem  identificado como “Marcão Cigano”.

A policia civil informou ainda que o gado encontrado em posse de “Alessandro” havia sido comprado com cheques sem fundo em uma fazenda no município de Itapé-BA e logo em seguida foi transportado para a região do extremo sul, aproximadamente 70 cabeças, as foram repassadas para o acusado “Alessandro” aqui em Teixeira de Freitas, sendo parte delas localizadas e recuperadas em uma fazenda no município de Medeiros Neto.

Segundo o delegado Marco Antonio, Foram e apreendidos na fazenda em poder de “Alessandro”, 14 vacas, 11 bezerros e um boi reprodutor. A policia civil informou ainda, a participação de mais uma pessoa de Teixeira de Freitas no suposto esquema de roubo de gado na Bahia.

O segundo acusado já foi identificado pela policia, mas seu nome ainda não foi revelado. Informações dão conta de que o mesmo se encontra foragido da justiça, mas teve a sua prisão solicitada junto ao juízo da comarca de Teixeira de Freitas.

“Alessandro” teve uma fiança arbitrada no valor de R$ 33.00 mil, pelo delegado Marco Antonio Neves, em razão da prisão emn flagrante por crime de receptação, mas o advogado Gean Prates, um dos criminalistas mais renovados da região, acabou descordando da decisão da autoridade policial, entendendo que o valor arbitrado pelo delegado estava fora da realidade, o mesmo resolveu impetrar recurso junto ao juízo criminal, onde conseguiu pareceres favoráveis tanto da promotora, Graziella Junqueira, quanto do juiz, Humberto Maçal. Ambos concluíram pela concessão da liberdade provisória do acusado “Alessandro”, sem o pagamento da fiança que havia sido arbitrada pela autoridade policial, mas com as seguintes medidas cautelares:

O acusado deve comparecer mensalmente ao juízo criminal da comarca de Teixeira de Freitas para justificar as suas atividades; não pode comparecer a bares;  boates;  botequins e lugares congêneres; não se ausentar da comarca por mais de (30) dias, sem prévia autorização do juízo e ainda se recolher a sua habitação até às 22;00 horas.

Por: Arnóbio Formosa  

Deixe seu comentário
NOTÍCIAS RELACIONADAS

contato@teixeiranoar.com.br
Contato - (073) 8803-3752 /9959-9170
Quem Somos
Fale conosco
Eventos Realizados