cash loans online california
Bahia - Brasil -


Adolescente confessa à polícia que matou amante em Guaratinga
MOTTE

João, que seria homossexual, foi morto com duas facadas em frente à sua residencia

A Polícia Civil de Guaratinga, após intensas investigações, conseguiu elucidar mais um crime na cidade. O fato aconteceu no último sábado (8), na rua José de Ananias, no bairro Novo Horizonte, quando Júlio Dias de Almeida, o Julão, de 45 anos, foi esfaqueado no pescoço e tórax, vindo a óbito em via pública. Um menor de 17 anos foi apreendido no local do crime e apresentado pelos policiais militar Souza e Joaldo, na Delegacia da Polícia Civil local. A princípio ele negou o crime e acusou um homem conhecido por “Negão”.

Mas no decorrer desta semana, quando ouvido pelo delegado Sinésio Junior, o adolescente acabou confessando a autoria do homicídio, crime que chocou a pacata cidade de Guaratinga.

DESFECHO DO CRIME

De acordo com o depoimento do adolescente, no dia do crime, por volta das 18h, a vítima teria convidado o menor de idade para ir a ter sua residência, onde ambos passaram a consumir bebidas alcoólicas. Por voltas das 21h40, o adolescente, a vítima e mais alguns amigos que chegaram à residência, foram para uma festa que acontecia no mesmo bairro. Vinte minutos depois o adolescente foi convidado pela vítima para acompanhá-lo de volta à casa, onde pegaria uma quantia em dinheiro. Ao chegar na residência, o menor disse que preparava uma bebida quando teria sido surpreendido  pela vítima que o agarrou por trás prendendo os seus braços. Neste momento, o menor conta que Julão teria enfiado a mão em sua bermuda e em seguida introduzido o dedo em seu  anus.

O adolescente ainda relata que após aplicar uma cotovelada em Júlio, conseguiu escapar do ataque, mas ainda assim o homem teria corrido para a porta da frente da casa, impedido a saída do adolescente. Por sua vez, o menor conta que se apoderou de uma faca que estava numa mesa e dirigiu-se onde estava Júlio, esfaqueando-o primeiro no pescoço e depois no tórax. Mesmo ferido, Julão, que seria homossexual, ainda teria tentado segurar o adolescente, esse que mais uma vez conseguiu escapar e foi perseguido até a rua.

No depoimento dado ao delegado Sinério Júnior, o menor contou que ao perceber que a vítima estava caída no meio da rua, deixou a faca ao lado do corpo e começou a gritar por socorro. Depois disso, um morador se aproximou do local do crime e ao constatar o que havia acontecido acionou a Polícia Militar. Quando chegaram ao lugar, os militares Souza e Joaldo, desconfiados sobre a versão momentânea do menor resolveram apreendê-lo e apresenta-lo à Delegacia da Polícia Civil.

O adolescente ainda afirmou em seu depoimento, que conhecia Júlio Dias de Almeida, o Julão, de 45 anos, há três anos e nos últimos três meses mantinha com o mesmo um relacionamento amoroso. Os dois se encontravam regularmente de duas a três vezes por semana, sempre na casa da vítima e recebia R$ 20, 30 e até R$ 50 reais por cada programa.

O adolescente de 17 anos continua apreendido aguardando uma decisão da justiça de Guaratinga, que decidirá pela soltura ou encaminhamento à Fundação Casa, em Salvador, para medidas sócio-educativas.

Com informações de Estevão Silva

Deixe seu comentário
NOTÍCIAS RELACIONADAS

contato@teixeiranoar.com.br
Contato - (073) 8803-3752 /9959-9170
Quem Somos
Fale conosco
Eventos Realizados