cash loans online california
Bahia - Brasil -


Acusado muda versão e admite que atirou em Tuca Segurança

ACUSADO

Uma equipe do Serviço de Investigação em Local de Crime (SILC), comandada pelo delegado Wendel Ferreira, esclareceu na tarde desta quarta-feira (29) um homicídio tentado contra Genivaldo Souza Santos, conhecido por Tuca Segurança, alvejado com três disparos de arma de fogo na tarde do último sábado (25) enquanto trabalhava em um posto de lavagem localizado na avenida São Paulo, região central de Teixeira de Freitas.

Segundo populares que estavam próximos, foram ouvidos pelo menos cinco disparos, sendo que três deles acertaram o corpo da vítima, essa que foi socorrida ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF) e ainda recupera-se dos ferimentos.

Na noite do último sábado (25), por volta das 21h, policiais militares da Companhia de Emprego Tático Operacional (CETO), prenderam Carlos Antonio da Silva, 23 anos, natural de Teófilo Otoni-MG., morador da rua Monte Belo, nº 15, bairro Luiz Eduardo Magalhães e Rairon Santos Santana, 20 anos, que nasceu em Ipiaú-Ba., morador da rua Justino de Abreu, nº 159, no bairro Vila Vargas. Quando foram presos os dois juraram inocência e disseram que jamais tinham envolvimento com qualquer crime.

A dupla foi abordada pela guarnição da CETO quando trafegava em um veículo Chevrolet Celta, de cor branca, placa JQJ-4977, licenciado de Teixeira de Freitas. No interior do carro os policiais encontraram um revólver Taurus, calibre 38.

Com base em depoimentos de testemunhas o delegado Wendel Ferreira começou a desconfiar da dupla presa, quando nesta quarta-feira (29), conseguiu a confissão de Carlos Antonio da Silva, 23 anos, natural de Teófilo Otoni-MG., esse que admitiu ter sido o condutor da motocicleta que conduziu o elemento que disparou em Tuca.  

O autor dos disparos, segundo Carlos Antonio, seria o traficante de prenome Marcelo, que também seria conhecido por Boca Podre, esse que já vem sendo procurado pela polícia pelo fato de vir comandando o tráfico de entorpecentes no bairro Bonadiman, tendo inclusive batido com um carro recentemente em um poste da rede elétrica central da Coelba, ferindo comparsas e deixando os municípios de Nova Viçosa e Mucuri por mais de 24 horas às escuras.

ARMA

Mas no início da noite desta quarta-feira, dia 29, Carlos Antonio mudou a versão e admitiu que ele mesmo atirou em Tuca Segurança e Marcelo teria sido o piloto da moto usada no crime. A arma usada no homicídio tentado, segundo o acusado, foi a mesma apreendida pela CETO no último sábado (25), no interior do Celta que era conduzido por Rairon, esse que permanece preso ainda na condição de investigado..

Além de porte ilegal de arma de fogo o mineiro Carlos Antonio da Silva, 23 anos, acaba de ser indiciado por homicídio tentado. Ele permanecerá preso à disposição da Justiça.

Por Ronildo Brito e Tyago Ramos

Deixe seu comentário
NOTÍCIAS RELACIONADAS

contato@teixeiranoar.com.br
Contato - (073) 8803-3752 /9959-9170
Quem Somos
Fale conosco
Eventos Realizados