cash loans online california
Bahia - Brasil -


A sociedade precisa refletir: Dentre os demais pelo Brasil inteiro, o Extremo Sul sepulta sargento morto por bandidos.

(Paulo Barbosa/rota51) – Existe em toda história brasileira, um relato que polícia é polícia e, bandido é bandido, entre as duas sociedades, a Polícia seja civil ou militar, sempre foram respeitadas por toda a sociedade brasileira, mas de uns anos para cá, a política porca, suja, inapropriada e desigual foi estabelecida por políticos descompromissados com o povo brasileiro e hoje, o que se vê, são policiais, sendo abatidos covardemente, quer em trabalho ou em seus momentos de folga e, as famílias choram e enterram seus mortos, entre lágrimas e um lamento desesperado, de quem perdeu o baluarte familiar, que sempre proveu seus familiares, nem que seja com a própria vida.

A família do SGT Françual, está de luto, toda a corporação está de luto, a sociedade ordeira e desejosa por justiça, também está de luto, o sgt saiu de casa para defender mais um dia de trabalho, ele se aposentaria em julho, mas não vai poder, morreu antes, matado, assassinado, por traficantes que fazem as suas próprias leis. Muita gente é contra a pena de morte, mas esta já existe no Brasil desde Tiradentes, e agora decretada por facções que determinam, quem vive ou quem morre.A culpa de tudo isto é do Congresso Nacional que tirou o poder de polícia, de quem vende minutos de sua vida para defender a sociedade e, deu de mãos beijadas para a bandidagem que trafica, mata, estupra, tem armas poderosas e até metralhadoras. Nos juris, quando está na acusação, o promotor Dr. João alve4s, quando julga um assassino, ele sempre relata esta situação, e mesmo querendo, a justiça tem que obedecer o que está nas leis, feitas, votadas, aprovadas e promulgadas, tudo isto para defender interesses próprios e, não dos brasileiros.

Esta dor está doente mais forte, nos familiares de Françual, vai doer mais ainda nos filhos que nunca vão entender, porque o pai morreu defendendo a sociedade, de gente que quer escravizar a sociedade, ao seu “bel prazer”. Por isto que muitas vezes a polícia, quer fazer vistas grossas, mas não faz, pelo juramento feito, para defender a sociedade, mas quem defende a polícia? E podem ter certeza, de que, enquanto o país estiver sob a égide destas leis, muitos ainda vão morrer, pela pena de morte imposta por bandidos, que por falta de leis rígidas, estão dominando a sociedade, aprender a votar, não reeleger nenhum destes legisladores, ainda é a melhor saída. por Katia Armini/Foconopoder

Deixe seu comentário
NOTÍCIAS RELACIONADAS

contato@teixeiranoar.com.br
Contato - (073) 8803-3752 /9959-9170
Quem Somos
Fale conosco
Eventos Realizados